Páginas

terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Aniversário de 1 ano do meu neto Pedro Henrique



Por: Wandemberg I
Aniversário de 1 ano do meu neto Pedro Henrique
  Meu netinho Pedro Henrique, filho de Amanda e Wandemberg II, acaba de completar seu primeiro ano de vida, nesse ensolarado 16 de fevereiro de 2019. Não é pra querer ser melhor que os outros avós, não, mas a verdade é que mal o 'moleque' completou seu primeiro ano de vida e, já, quase que domina completamente nosso idioma, o português: "arghs, ugsh, ghughu, bu, ah, uh, eh, ih, eh, vô (vovô)..." foram mais ou menos essas as palavras usadas pelo Pedrinho no 'bate papo' que tivemos nessa data em pleno - OBA!!! Salão de Festas. Mas não é só! Pedro já fala, também, com fluência: "pa (papai), mã(mamãe), vo (vovó), ti(tio e tia), men (Mengão!) e Brade (Brasil acima de tudo - Deus acima de todos)" ...Não sei de onde ele tira estas coisas!
     O evento deu-se na casa de festa Ôba!!! em Jacarepaguá, pra ser mais exato, no famoso Largo de Pechincha, quando e onde o moleque recebeu a todos com atenção e fidalguia, passando de colo em colo sem deixar de exibir seu sorriso peculiar e de balbuciar em dialeto idiomático prático suas opiniões, dignas de alguém que veio de oste elevada para transformar o 'planeta', junto com seus pares.
     Pedrinho, conforme demonstra preferir ser chamado, brincou intensamente com sua 'corriola' e na hora de tomar lugar à mesa(mesinhas perfiladas) para degustar às guloseimas com os amiguinhos, humildemente, nem fez questão de se posicionar à cabeceira, convenhamos, direito inalienável e quase que constitucional por ser ele o principal protagonista da festa como prova o tema: "Circo do Pedro Henrique".
    Pra não dizer que o 'molequinho' não deixou nenhum 'furo', vou 'entregar' um que chamou à atenção dos convidados, exatamente, no momento mais emblemático e aguardado da festa, à hora de cantar parabéns e cortar o bolo. Pois bem, nesse exato e solene momento, não é que o cansaço 'bateu' e Pedro Henrique dormiu o "sono dos anjos"? Pergunta se houve quem conseguisse acordá-lo!
      Por tudo isso e muito mais PARABÉNS Pedrinho, mas não vá dormir na hora de salvar o mundo, posto que muito se espera de você!  Ademais a grande mídia, quase sempre corrupta, não nos perdoaria!



segunda-feira, 4 de fevereiro de 2019

MANOEL 'O CÃO CHUPANDO MANGA'

O saudoso Cici, Branco (amigo) e Wander (filho de Cici)
Por: Wandemberg
MANOEL O 'CÃO CHUPANDO MANGA'
Fonte de Informação: CICI
Esse acontecimento nos foi passado por CICI(FOTO), meia atacante dos bons, que faleceu recentemente, à época, um dos craques da saudosa equipe do *Vila de Cava, que um dia qualquer dos anos cinquenta 'caiu na besteira' de jogar contra o time que jogava um tal de Manoel – “ O Cão Chupando Manga” - que entrou no segundo tempo para ‘massacrar’ o Vila. 
Excursões de futebol
  Antigamente, na época de 'ouro' do futebol amador de Nova Iguaçu, entre os anos 50 e 70, era hábito dos clubes, quando o campeonato da LID – (Liga Iguaçuana de Desportos) não estava em andamento, excursionarem num dia de domingo para outras cidades do Estado, e, às vezes, até para 'Praças' mineiras ou paulistas mais próximas, para jogo de futebol, amistoso. Assim, torcedores representados por famílias inteiras integravam o comboio nas excursões que chegavam a ser compostos por dez a quinze ônibus, alugados à base de ‘rateio’.
  No ônibus da frente - que ficou conhecido como - “Abre Ala” – invariavelmente, uma faixa, meia que “folclórica”, era colocada próxima ao radiador com dizeres mais ou menos assim: “A EQUIPE DO (...) SAÚDA POVO E IMPRENSA LOCAL E PEDE PASSAGEM!”. Nas laterais dos demais ônibus outras faixas, fazendo alusão ao time, eram expostas, orgulhosamente, com dizeres ufanistas que chegavam a arrancar arrepios dos mais emotivos! No interior dos veículos uma cantoria só: Pandeiro, surdo, banjo, violão e cavaquinho não podiam faltar!
   E assim, felizes da vida, lá iam eles para o encontro emocionante entre duas equipes de futebol que, salvo raras exceções, jamais houveram se encontrado em uma Praça de Esporte. Os visitantes, via de regra, chegavam ao extremo de, para tornar apoteótica e anunciarem a chegada, soltarem, mal entrassem na localidade de destino, uma saraivada de fogos das janelas dos coletivos, provocando grande estardalhaço e, muitas vezes, dado ao horário, acordando moradores da cidade, que também se sentiam felizes com os visitantes tão aguardados. Bem, pelo o menos até a hora do jogo, porém depois... 
   E.C. Miguel Couto
Chico Açougueiro 'fumou' o morteiro e 'soltou' o charuto
  Numa dessas excursões, registrada nos anos 50, de um dos  mais laureados clubes da história de Nova Iguaçu e da Baixada Fluminense, o - E.C. Miguel Couto -  quando o ônibus em que se encontrava o velho 'Chico Açougueiro', fundador do clube e pai do técnico Joãozinho, deu entrada na Cidade, no célebre momento do foguetório, o velho, fumante de charutos e fogueteiro contumaz, na hora de soltar morteiro se equivocou e acabou por inverter os procedimentos. Assim, após acender o morteiro nas cinzas do charuto, esticou o braço com o charuto para fora da janela, ao tempo que colocou à parte achatada onde se segura o morteiro, entre os lábios como se fosse fumar charuto! O resultado desse procedimento foi uma verdadeiro bombardeio dentro do ônibus, mas, segundo os devotos de São Miguel Arcanjo - Padroeiro de Miguel Couto* e do Esporte Clube Miguel Couto, o Arcanjo estava atento e, entre mortos e feridos todos escaparam com vida e sem um aranhão sequer, porém, embaixo de um grande fumaceiro e de uma sequencia de explosões!  
   Antes um 'Mar de Rosas', depois...
  Antes de começarem os jogos tudo era confraternização, tudo era gentileza, mas não se iludam, quando a bola rolava o fanatismo investia os torcedores, a incompreensão tomava vulto e a coisa mudava de figura dando lugar a animosidade e,  dai para a porrada “estancar”, dentro ou fora de campo, era questão de um átimo de segundo, em consequência ia gente parar na Delegacia e até no Hospital dos arredores. 

A INESQUECÍVEL EXCURSSÃO DO VILA DE CAVA F.C
   De certa feita, o Vila de Cava F.C., que nos meados dos anos cinqüenta tinha um timaço de futebol, foi jogar em Raiz da Serra. Nesse dia, porém, não houve atritos à lamentar, o embate era, mesmo, focado na bola.
Resultado de imagem para Caricaturas de Mané Garrincha  O Vila estava completo: No arco Toninho (pai do vereador Marcos Fernandes). Na zaga destaque absoluto para o saudoso center-hauffer Padilha; Cici era o meia atacante; Neném exímio ponta direita; Heraldo; Carvalhal; Nilton Meleca; e, o 'maior' deles todos - o finado Moisés sem Braço, assunto, até hoje, dos comentaristas esportivos de última hora de Vila de Cava.
  Segundo nosso informante Cici, o primeiro tempo fora emocionante. O fantástico Moisés, que não tinha um dos braços e era bicheiro(escrevia jogo de bicho), já houvera balançado a rede adversária três vezes. O “diabo” é que a equipe do Raiz da Serra, que também era muito boa, empurrara 4 na rede do Toninho! Mas, não havia de ser nada, os jogadores do esquadrão de Vila de Cava estavam certos da vitória. Todos, indistintamente, tinham em mente que mudar o placar adverso seria apenas uma questão de tempo.
  Estava no intervalo e, nesse ínterim, enquanto não começava o segundo tempo, um zum-zum-zum entre os torcedores local, aguçava a curiosidade do 'povo' visitante. Na iminência do adversário, que jogava melhor que os locais, virar o resultado do placar, a torcida da casa pedia em coro a entrada de um tal de Manoel!
   “Deve ser o 'Manoel da Padaria', local. Todo lugar tem um Manoel da Padaria ou, até, um Joaquim da Padaria”, deixou escapar, com acentuado desdém, um torcedor do 'Vila' que morava na principal rua do Bairro Vila de Cava - Rua Helena.
   Segundo tempo, 'prometia'
  Quando o Raiz da Serra voltou do vestiário para o segundo tempo, o tal do Manoel veio junto arrancando efusivos aplausos de sua galera e palavras sarcásticas da torcida do Vila. Não era pra menos, ao observar melhor o tal Manoel, logo logo, os atletas e a torcida do Vila perderam o medo e se convenceram que a vitória era apenas uma questão de tempo, pois, tratava-se de uma figura bastante “bizarra”. Ao arriscarem uma breve comparação entre seu craque 'Moisés Bicheiro', também conhecido como 'Moisés Sem Braço', que já fizera 3 gols na partida e, o empenado que acabara de entrar, lhes pareciam óbvio que o Vila tinha tudo para ganhar o jogo. O craque do Vila não tinha um dos braços, mas, pelo menos, estava no prumo. Já o Manoel era todo torto mais parecia um arco. Sua perna esquerda era arqueada pra dentro, a direita para fora, sua coluna mais parecia um arco dos índios da tribo Tupinambá, que nos primórdios povoavam a pacata Vila de Cava. Não lhes pareciam que o torto pudesse, sequer, jogar futebol!
   Na verdade o pessoal do 'Vila', só pode entender a euforia da torcida da 'casa' depois que teve início a segunda etapa da partida. O jogador torto parecia um furacão! Jamais os excursionistas do Vila poderiam, sequer supor, ver coisa igual! Para começar ninguém conseguia tirar a bola de seus pés, e, os gols foram se sucedendo, um após outro. O 'cara' era o “cão chupando manga”: dribles desmoralizantes, rapidez nas jogadas, arremates certeiros, passes precisos... Era só o juiz dar nova saída para o Manoel fazer outro gol. No final o jogo acabou 11X4, com nada menos de sete gols marcados pelo 'torto'.
   Nota da redação: Algum tempo depois, no ano de 1958, o Manoel, que 'massacrou' o Vila de Cava, naquele domingo ‘sombrio’, se tornou um dos 'Deuses' do futebol mundial,  ficando conhecido como 'Mané Garrincha - O Gênio das Pernas Tortas'.
*   Vila de Cava:   Bairro do Município de Nova Iguaçu -RJ.
** Miguel Couto: Bairro do Município de Nova Iguaçu, vizinho à Vila de Cava.

quarta-feira, 23 de janeiro de 2019

Felipinho Ravis é o novo presidente da Câmara Municipal de Nova Iguaçu


Por:ASCOM/CMNI
Felipinho Ravis é o novo presidente da Câmara Municipal de Nova Iguaçu 
  Felipe Rangel Garcia, Felipinho Ravis, do Partido Social Cristão (PSC), 30 anos, foi eleito presidente da Câmara de Nova Iguaçu para o biênio 2019/2020, durante sessão na noite de ontem (22). Ele ocupa o lugar do ex-presidente Rogério Teixeira Junior, Juninho do Pneu (DEM), que se despede da Casa para assumir sua cadeira de deputado federal em fevereiro próximo. O processo de eleição do novo presidente contou com a participação de 16 dos 17 vereadores iguaçuanos. Duas candidaturas foram protocoladas: a de Felipinho Ravis e a de José Carlos Fonseca, Dr Cacau (PROS). O vereador Cacau retirou sua candidatura antes do início da votacão. Felipinho recebeu 9 votos favoráveis: Alcemir Gomes (PTB), Alexandre da Padaria (PR), Carlinhos BNH (PTC), Fabinho Maringá (MDB), Fernandinho Moquetá (PRP), Mauricio Morais (MDB), Renato do Mercado (DEM), Juninho do Pneu (DEM) e o seu próprio voto. Renata da Telemensagem (PTC), Rogério Villanova (PDT) e Li Só Alegria (PDT) votaram não ao nome de Felipinho. Marcelo Lajes (PPS), Aguinaldo Camu (PCdoB), Paulinho da Padaria (PR) e Dr Cacau se abstiveram de votar. 
  Duas votações para preenchimento de vagas na mesa diretora ocorreram antes da eleição de Felipe Rangel para presidência. Felipinho renunciou como 2º vice-presidente e para ocupar seu lugar foi eleito o vereador Renato do Mercado com 9 votos favoráveis (os mesmos vereadores que votaram favoráveis ao nomes de Felipinho para a presidência) e 7 votos contrários. 
  Carlinhos BNH, que era 2º secretário da Mesa, também renunciou com a intenção de ser candidato a presidente, mas acabou abrindo mão de sua candidatura em favor de Felipinho Ravis. Mauricio Morais foi eleito 2º secretário com 13 votos favoráveis: Alcemir Gomes, Alexandre da Padaria, Carlinhos BNH, Fabinho Maringá, Fernandinho Moquetá, Renato do Mercado, Juninho do Pneu, Felipinho Ravis, Marcelo Lajes, Aguinaldo Camu, Paulinho da Padaria, Dr Cacau e o seu próprio voto. Renata da Telemensagem, Rogério Villanova e Li Só Alegria votaram não. O vereador Carlão Chambarelli (PTB) não esteve presente à sessão. 
  Natural de Nova Iguaçu, Felipinho é casado e tem uma filha. Vereador mais jovem desta legislatura, tem forte atuação nas áreas de educação, saúde, juventude e esporte. É o presidente das Comissões de Defesa dos Direitos da Criança, do Adolescente e da Juventude e de Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia. Empossado ontem mesmo, Felipinho Ravis já conduzirá a sessão plenária que acontece hoje, a partir das 18 horas.

quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

Snoop o cão que teria acompanhado o Capitão Bolsonaro em várias 'missões da Brigada Paraquedista'


Autor: Wandemberg Nascimento Camara
Embora obra de ficção, qualquer semelhança com bichos, fatos e pessoas será mera coincidência, mas, não se iludam, só até certo ponto!..
.

Snoop o cão que teria acompanhado o capitão Bolsonaro em várias  'missões' da Brigada Paraquedista
O dia da grande marcha dos bichos contra o ignóbil mentecapto Lindengberg Farinha - O prefeito esquerdopata que achava que o povo era 'pato'!
Assembléia à sombra da madrugada 
  De certa feita, à sombra da madrugada, bichos se reuniram em 'Assembléia' numa área deserta da periferia. No final do 'conclave' ficou deliberado que iriam promover uma 'Grande Marcha' pelas principais ruas do município indo ter ao Paço da Prefeitura de Iguassú Novo, onde um importante protesto contra o Governo Municipal, haveria de colocar as coisas em seus devidos lugares e demonstrar à toda população, fosse lá de que espécie, gênero ou raça fosse, a inferioridade da política adotada por aquele Prefeito tão esquerdopata, quanto corrupto.
O Sr. Prefeito Lindengberg Farinha cobra IPTU de casa de cachorro, galinheiro etc... 
 Já há algum tempo, fortíssimo clamor animal contra o Executivo Municipal, sob o comando de um 'cão Policial' chamado Snoop, tomava forma em todos os recantos da Cidade. Tal “estado de coisa” bem que poderia ter sido evitado se o SR. Prefeito de nome Lindengberg Farinha, não houvesse passado, de uma hora pra outra, à cobrar: IPTU; taxa de iluminação pública e (pasmem); taxa de lixo, das casinhas de cachorro; galinheiros; chiqueiros...ou de qualquer outra 'residencia animal' fotografadas de um avião que por dias sobrevoou a Cidade com este objetivo. Diante de tais medidas e circunstancias, levando-se em consideração, ainda, o preço da ração, muitos donos de animais, dentre aqueles inseridos na classe mais pobre da população, viram seu restrito orçamento extrapolado, criando, assim, uma dúvida atroz: pagar o imposto normal, pagar o imposto das 'casinhas', ou comprar ração para os animais? Diante de tal paradigma não lhes restaram outra alternativa a não ser: derrubar às casinhas e, mesmo, com o 'coração partido', jogar no 'olho da rua' seus animais de estimação que, doravante, estariam entregues à própria sorte. Triste sorte!
Ruas de Iguassu Novo se enchem de "Domésticos" 
   Por conta de tamanha maldade, as ruas de Iguassú Novo, em curto período de tempo, se encheram de animais domésticos, principalmente de cães e gatos, que agora, sem dono e sem teto, famintos e totalmente desassistidos, perambulavam pelos bairros da Cidade como se fossem zumbis, sem que o Centro de Zoonose Municipal tomasse a menor providencia. Na verdade, tudo indicava que tal repartição só existia, mesmo, no 'papel', posto que, não havia em Iguassú Novo, um único 'mortal' que soubesse o endereço desse 'lugar'. Mediante essa realidade a concorrência às latas de lixo, promovidas pelo grande número de animais abandonados, deveras, aumentou exponencialmente. Urgia uma atitude, e, por mais paradoxal que parecesse, ela veio de dentro dos quintais, justamente, por parte daqueles animais cujos donos apresentavam boa situação financeira, e, por isso não atiraram os seus animais, literalmente, na 'Rua da Amargura'. Dentre esses, um cão foi colocado na 'Linha de Frente' do movimento, por ter atributos especiais, para buscar junto à Prefeitura de Iguassú Novo, a revogação da Lei absurda que visava cobrar aqueles impostos obscenos que atirara à própria sorte uma grande horda de desafortunados animais domésticos.
Snoop era um ' cão policial' de respeito
  Conforme vimos mais à frente, um 'cão da raça Policial' fora aclamado, recentemente, por seus pares, Comandante do grupo animal - 'O Bicho vai Pegar'. Snoop, esse era o nome do novo comandante, que habitava no quintal do seu rico dono(Seu Durval) em uma confortável casa de cachorro. Era um bicho extremamente inteligente, corajoso e sobretudo audacioso como poucos. Mal tomou posse, o canzarrão começou promover reuniões secretas para organizar a estratégia e a logística do mega movimento que haveria de acabar definitivamente com a sofrida peregrinação daqueles bichos que sobreviviam em lamentável estado de mendicância! 
Era um cão Paraquedista 
  Segundo reza a lenda, Snop teria servido ao Exército Brasileiro, na Brigada Paraquedista que, além de treinar seres humanos, sempre adestrou,heroicos 'cães de guerra' - especializados não só em saltar de Paraquedas, mas, também, em ações de guerrilha e anti guerrilha, tanto na cidade quanto no campo ou na selva ao lado dos valentes soldados humanos que, mediante a vibração com que sempre se empenharam nas missões designadas pelo comando, trazem consigo o 'status' do: "Além do Dever"! Para elevar, ainda, mais o "moral" do cão Snop, dizem que nosso 'canídeo', teria participado de várias ações do Exército ao lado do Capitão Bolsonaro, o novo Presidente da República! Será?
A Grande Marcha 
  No dia e hora marcados, tendo seu comandante à frente, além dos animais da 'Rua', de quase todas as residências do Município bichos pulavam cercas e muros aliando-se ordenadamente à verdadeira procissão formada em cada rua, desembocando, posteriormente, nas principais Estradas e Avenidas da Cidade, ganhando formas imensuráveis em direção à prefeitura. Eram aos milhares! Solidários, até mesmo animais 'selvagens' da Reserva Biológica, local, vieram dar uma 'força' aos 'domésticos', principalmente os 'alados' que em voo sem escala chegaram cedo e se 'empoleiraram' no muro do cemitério que fica bem ao lado da Prefeitura. Para falar a verdade, até, as cruzes das sepulturas foram usadas como poleiros, onde, com 'ares' de solidariedade, milhares de bípides de pena, aguardavam ansiosos o início do evento. Nem apoio internacional faltou - uma Harpia (águia gigante com cerca de 2 metros de envergadura)voou dos Andes, com escala no Planalto Central, para Iguassu Novo, para representar os animais daquela região gelada. Muitos 'Pombo Correio', trazendo no bico cartas com conteúdo de apoio e incentivo ao movimento passaram no local para cumprirem suas tarefas de 'carteiro' e trazer 'grous' de incentivo. Havia, ainda, uns poucos homens solidários, quase todos ateus(nenhum, entretanto, da Sociedade Protetora dos Animais, tampouco religiosos!).
No Pátio da Prefeitura
 Uma vez no pátio da Prefeitura, o interlocutor de campanha, um papagaio domesticado, tagarela como os de sua prole, desafiadoramente, 'arrancava' dos manifestantes 'palavras de ordem', onde bicho era enaltecido e governo depreciado. Ali, de forma democrática, lideranças 'animal' de várias regiões puderam se expressar e assim o fizeram de forma empolgante, até que o momento mais aguardado teve anúncio na voz embargada pela emoção do tal papagaio falante que não se fez de rogado em esgoelar-se de forma teatral, abusando dos “esses” e “erres” para anunciar o discurso do grande líder daquele movimento. Foi uma loucura! Voou penas e pelos para todos os lados. Até penas de um delicado pavão evolou, suave, pelo céu local. Um galo de briga, mau caráter, com sarcasmo e jeito de 'homofóbico', não perdeu tempo em caçoar do emplumado colorido! - Menino ou menina? 
Com a palavra Snop o cão Paraquedista que teria saltado de paraquedas em 'Missão' com o Capitão Bolsonaro 
  -Curupaco! Curupaco! Curupaco! Falou' no meio das penas e pelos esvoaçantes o interlocutor: -Senhorrrresssss bichossssss revolucionárrrrriosssss do nosso mui amado município de Iguassú Novo. Com a palavrrrrrrra o grande líder - Snoopy!
       Um momento de intenso histerismo se apossou da turba irada, levada ao delírio num coro heterogêneo de latidos, miados, mugidos, grunhidos, gorjeios, sibilos, rinchos, grasnos, pios e outras formas mais de animais se expressarem. Foi uma verdadeira loucura!
Comandante apareceu apoteoticamente 
 Com a altivez de um autêntico herói, Snoopy se apresentou de forma apoteótica surgindo em meio a uma cortina de fumaça colorida e jatos de papéis picado em matizes d’ouradas e prateadas. Com 'garbo incomparável, trazia no topo da cabeça erguida, a tão apreciada boina grená da “Brigada Paraquedista”, que lhe caía tão bem, tendo, ainda, a completar-lhe a indumentária uma túnica militar em diversos tonalidades de verde em escala degradê, vindo dos tons mais fortes até os mais claros da cor predominante nos Exércitos do 'mundo' inteiro e, o but marrom. Aos ombros, passando de seus limites quase meio palmo para cada lado, em destaque, duas dragonas franjadas, onde, em cada qual, luziam dezenas de estrelas em metal dourado, para registrar, não se sabe ao certo, qual patente. O que se sabe é que, nem o General Garrastazu Médice, no auge do Governo Militar, nem o General Heleno, tão pouco o General Mourão, os dois últimos contemporâneos dos 'tempos Bolsonarianos', quando fardados, traziam aos ombros tantas estrelas e dragonas tão extensas. Mas a magnitude não parou por aí! A refulgir ao peito altivo projetado para frente e para o alto, com indefectível postura, além do 'brevêt' convencional, conquistado, como sempre, com 'suor e lágrimas de sangue' no palco das matas e das parafernálias da área de Estágio' onde são formados os bravos paraquedista das Forças Armadas do Brasil, o brilho de dezenas de outras medalhas, muito bem polidas, que, quando atingidas por um raio sorrateiro de sol, o reflexo de seu brilho, de tão intenso, fazia arder aos olhos inadvertidos dos presentes. Eram tantas as medalhas que, dado a grande quantidade, não dava nem para contar, tampouco dizer do mérito representado por cada qual. 
  Indumentárias e utensílios à parte, um homem(notório Puxa saco do Prefeito), que houvera se identificado como Representante dos 'Direitos Humanos', se permitiu, em tom de desdem, inquirir, criticar e ao mesmo tempo ameaçar ao grande líder: 
  -Cadê a calça do Cão sardento? Está praticamente 'pelado'! Portanto não está 'politicamente correto', vou denuncia-lo ao Ministério Público, por atentado ao Pudor!" 
   Convenhamos! Nesse aspecto o representante do Ministério Público tinha uma certa razão, o cão vestia, apenas, a túnica em tons de verde, a boina grená e o but marrom! portanto, convenhamos, o 'bilau' e a 'bunda' do líder realmente estavam de fora!
 Tão logo a platéia fez silêncio o cão iniciou sua fala
  -Brasil Acima de Tudo! Saudou à platéia, o cão!
 -Deus Acima de Todos! Responderam uníssonos, de pronto, os Revoltados postulantes, passando a impressão que haviam sido treinados! 
 -Senhores quadrúpedes, bípedes, ovíparos, mamíferos, canídeos, felídeos, répteis, batráquios e outros..., ao contrário do esperado, não vou falar, apenas, das nossas diferenças com os do governo Municipal no que tange aos malgrados carnês de IPTU destinados aos animais, muito menos do fato de me encontrar sem calça. Em verdade vos digo, existem muitas outras reclamações a fazer, não só contra o governo Municipal, mas também contra a corrupção implementada em todo o País, do Oiapoque ao Chuí, sob a égide de um partido que é, antes de tudo, uma organização criminosa. O fato de sermos 'bicho' não implica em afirmar que não tenhamos profundo clamor dentro do peito pela Nação Brasileira, da qual, queiram ou não queiram, fazemos parte com muito orgulho! O atual governo, devido a seu alto grau de irresponsabilidade, demência e falta de caráter, jamais poderia perceber o sofrimento de cães, gatos e demais animais atirados às hordas da mendicância se, ainda, muitas criaturas do próprio gênero humano disputam, com os animais, ditos irracionais, às “benesses” das latas de lixo na busca do sacratíssimo resto de comida que irá lhes saciar! O que esperar de um governo, que desviou verba da Previdência Municipal de Iguassú Novo, para mandar o dinheiro com o objetivo de ajudar a eleger outro comparsa comunista do - Partido dos Trabalhadeiros em São Paulo, ameaçando o direito de contribuintes do Funcionalismo Público de Iguassú Novo, a não terem suas aposentadoria consumadas devidamente? Somente um vagabundo de primeira ordem poderia tomar uma atitude tão absurda quanto à tomada pelo abominável Prefeito. Provavelmente, nem Hitler em seus piores momentos, seria capaz de uma atitude dessa natureza, enfatizou, o 'heroico' cão, com o chão chegando a tremer pelos aplausos e saltos da bicharada, como se fora um terremoto aferido em cinco pontos na escala 'Richter'.
 Com respeito à calça, SR. Representante do Ministério Público. Eu nunca usei calça. Simplesmente, por que cães não as usam. Assim sendo, toda vez que o Sr. ver um cão com calça, ao invés de apelar para o Ministério Público, chama uma ambulância do Hospício e recomende para ele, ao invés de calças, 'camisa de força', por que ele estará é doido! Os índios da Amazônia, também não usam calças, e, no entretanto homens e mulheres muito bem vestidos com indumentária jeito e trejeito de executivos, vindos do mundo inteiro, se embrenham nas florestas do amplo território Amazônico, onde abundam(perdão, não foi trocadilho) índios inteiramente nus. Onde estariam as ameaças para o Brasil? Nos índios de bunda de fora, ou nos executivos muito bem vestidos? A propósito o que fariam por lá, toda essa gente 'boazinha" ditas: filantropos, diretores de ongs(aos milhares), defensores da floresta amazônica, defensores dos índios, representantes de empresas internacionais? Eu digo que deveria ser contra esses, os bem vestidos invasores, sem bunda de fora, que vossa senhoria deveria oferecer denúncia, e não contra mim ou contra os que estão de bunda de fora, por ser índio, ou cão, porquanto, em verdade, essa gente 'boazinha' está de 'olho' é nas riquezas do nosso solo, como: Petróleo, Nióbio, Vanádio, Titânio, Taranto, grafeno, ouro, prata, platina, diamantes e demais pedras preciosas, e inúmeras outras riquezas da flora e, até, da fauna...enquanto isso Vossa Senhoria está de implicância com minha 'bufanfa', nosso povo está sendo roubado e contrabandeado e, o Sr. aqui, a milhares de quilômetros do perigo, interferindo em num protesto legítimo, dos 'Sem Calça'. Pela forma como o senhor se pautou eu imagino que se fosse em terras amazônica, de certo iria se colocar contra os índios, só porque estão de bunda de fora e jamais contra os ladrões da riqueza da Nação! Ah, vai pro Amazonas seu bosta! 
  O discurso mal começava a ganhar força, quando vândalos, vindos da favela de outro município em ônibus alugado pelo Próprio Prefeito, começaram a dispersar a turma na base da 'cacetada'. A 'bicharada' meteu o pé , ou melhor a pata. Foi parar bicho, até no cemitério ao lado. Os alados, por exemplo, em fração de segundos, alçaram voo....Dentre os que não tinham a faculdade de voar, muitos foram parar no cemitério ao lado, os mais sortudos conseguiram pular o muro e fugir pela parte dos fundos, outros, os menos sortudos, ficaram por lá mesmo, debaixo de sete palmo de terra".
  Dois meses depois SNOOPY, o grande líder daquele malfadado movimento, ainda enfaixado e com gaze pra todo lado, escorado em um par de muletas e com dificuldade até para falar, dado aos 'pontos' que levara na boca, o máximo que conseguiu em termos de expressão foi soletrar breve depoimento à imprensa alternativa. O curioso foi que, o cão revelando seu alto grau de intuição, acabou por profetizar à subida ao Poder do Capitão Bolsonaro. veja: 
  "En-tra-tra-mos na por-ra-da, mas, porém, to-da-via e contudo, um dia te-re-mos um Presi-dente da Re-públi-ca, Mi-litar, pa-ra aca-bar de vez com a far-ra des-ses comunistas do caralho!". Por conta do ódio, esqueceu até a dor, proferindo às três últimas palavras, sem gaguejar!

quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

Seguidores de Bolsonaro: A LUTA SÓ ESTÁ COMEÇANDO

Eu ao lado de Bolsonaro, em novembro de 2015, na festa de
 aniversário da nossa Brigada Paraquedista
Por:  Wandemberg
Seguidores de Bolsonaro: A LUTA SÓ ESTÁ COMEÇANDO
'BRASIL ACIMA DE TUDO - DEUS ACIMA DE TODOS'
 Caros amigos que elegeram Jair Bolsonaro - Presidente da República do Brasil. Nossa missão será dificílima e não terminará no dia em que ele 'sentar' na Cadeira da Presidência - muito pelo contrário, nesse dia nossa 'missão' estará, apenas, entrando em sua segunda fase, contudo, outras fases se sucederão, posto que as mudanças pretendidas para o Brasil não serão poucas e tão fáceis como alguns imaginam e exigirão de nós e do novo governo tempo e paciência uma vez que o rombo deixado pelo PT foi imensurável.
  A partir desse segundo momento(posse), tanto Bolsonaro quanto nós que o apoiamos voluntariamente e sem quaisquer ônus, estaremos protagonizando o início de um período histórico de desenvolvimento no Brasil, tendo como premissas a austeridade e aquilo que está escrito em nossa bandeira - ORDEM E PROGRESSO! Cabe a nós do Face Book sustentar a luta contra os adversários idiotizados, até que entendam que 'nariz de porco não é tomada'!
A luta continua
 Os Petistas da cúpula deste partido sórdido que promoveu um dos maiores roubos da história mundial, antes de chegarem ao Poder tinham um discurso tão crítico aos governantes, quanto mentiroso. Com o tempo percebeu-se que na verdade eles eram exatamente aquilo que atribuíam aos adversários: Ladrões, fascistas, nazistas, comunistas, tudo de ruim... Falavam mal dos banqueiros(falam até hoje), mas em tempo algum os banqueiros ganharam tanto dinheiro quanto durante os governos Petistas. Falaram e falam até hoje da abominável Rede Globo de Televisão, mas a privilegiaram com verdadeiras fortunas. Chamavam os líderes capitalistas de ditadores, mas defenderam Fidel Castro, Che Guevara, Chaves, Maduro, Kadaf e outros assassinos... Pior, deram dinheiro do BNDS para ditaduras como as da Venezuela e a outras nações como Argentina, Colômbia, Cuba, Bolívia, Panamá e, até, para ditaduras sanguinárias da Africa, em detrimento da Saúde, Educação, Segurança Pública do povo Brasileiro.    
 O nosso auguro é no sentido de que seja restabelecida a ordem estabelecida pelo governo Militar(indiscutivelmente, o melhor da história do Brasil) que a partir de 1964 colocou nosso País como a quinta economia do mundo! Governo este que chegou a colocar um PIB de 14%! Que fez com que a EMBRAER produzisse aviões; que fez com que estaleiros produzissem navios de grande porte; que a Petrobras se tornasse uma das maiores empresas do mundo; que fez com que a ENGESA fabrica-se tanques de guerra anfíbio;  e por aí foi... Infelizmente, algum tempo após o canalha Lula e aliados chegarem ao Poder, se instalou um recesso terrível, onde o resultado foi: o fechamento de milhares de empresas e da fuga de outras; a maior produção de bandidos da história; a degradação das universidades públicas; a corrupção em diversas empresas e Instituições para comprar parcerias; a banalização da cultura e do ensino, como: a idolatria e o lançamento da cartilha de ideologia de gênero...