Páginas

quinta-feira, 21 de maio de 2020

CMNI realiza sessão virtual, discute os efeitos da pandemia e aprova projetos


ascom CMNI 
Câmara Municipal de Nova Iguaçu realiza sessão virtual, 
discute os efeitos da pandemia e aprova projetos 
  Os vereadores de Nova Iguaçu estiveram reunidos, através de
videoconferência, na noite de ontem (19) e realizaram a 3ª sessão ordinária virtual, formato que vem sendo utilizado por causa da pandemia provocada pelo novo coronavírus. Logo no início dos trabalhos, o presidente Felipe Rangel Garcia, Felipinho Ravis, solicitou 1 minuto de silêncio pela memória do pai da vereadora Renata da Telemensagem, senhor Genecy de Souza Turques, falecido na última segunda. 
  No tempo destinado ao Tema Livre, vários assuntos foram discutidos pelos parlamentares, sendo o principal sobre as consequências sociais e econômicas que a Covid-19 vem causando no mundo todo, em especial na cidade de Nova Iguaçu. Felipinho disse que a inauguração do hospital de campanha no município é esperada com muita ansiedade. “Recebemos a informação, hoje, que será na semana que vem, no dia 25. É preciso que seja mesmo”, afirmou. Os vereadores Aguinaldo Camu e Renato do Mercado agradeceram os esforços do Executivo em continuar as obras de infraestrutura nos bairros Corumbá e Ambaí, apesar da atual crise vivida na saúde. O vereador Rogério Villanova parabenizou os assistentes sociais cujo dia foi comemorado no dia 15 de maio. Ele lembrou da grande importância desses profissionais no cuidado aos pacientes com a Covid. Marcelo Lajes disse que seus bebês, nascidos na semana retrasada, passam bem e já estão em casa,
  Em 1ª discussão foram aprovados vários projetos: o que adota medidas de identificação e acompanhamento dos estudantes da educação que tenham transtorno de aprendizagem, do vereador Carlão Chamabarelli; o que institui a inclusão dos conceitos de empreendedorismo nas escolas da rede pública municipal, do presidente Felipinho Ravis; e o que disciplina a remoção de veículos abandonados nas vias públicas de Nova Iguaçu, de autoria do vereador Aguinaldo Camu. Em 2ª e última discussão, foi aprovado o projeto do vereador Carlão Chambarelli que proíbe as concessionárias de serviços públicos a imputar multa ao consumidor sem o direito a ampla defesa.
  A próxima sessão virtual acontece na terça, dia 26, às 18h, sob a coordenação do presidente Felipinho Ravis. A Câmara segue fechada ao público, mas os emails administrativo@cmni.rj.gov.br e acs@cmni.rj.gov.br podem ser utilizados pela população como canais de comunicação.

sexta-feira, 8 de maio de 2020

Legislativo iguaçuano realiza sessão virtual




ascom CMNI
Legislativo iguaçuano realiza sessão virtual
Marcelo Laje - Agora pai de gêmeos
   A Câmara Municipal de Nova Iguaçu realizou a primeira sessão plenária online na noite de ontem (5). Enquanto perdurarem as medidas emergenciais de saúde para prevenção ao contágio pelo novo coronavírus, todas as sessões ordinárias e extraordinárias aconteceram neste formato. O presidente da Casa, Felipe Rangel Garcia, Felipinho Ravis, coordenou a reunião do plenário da Câmara, acompanhado de alguns assessores, todos de máscara e mantendo a distância recomendada uns dos outros. A medida faz parte do Ato da Presidência de 06 de maio de 2020, que suspendeu o expediente presencial até 29 de maio e determinou que o serviço de protocolo seja feito pelo email administrativo@cmni.rj.gov.br. O email acs@cmni.rj.gov.br pode ser usado pela população como meio de comunicação com a instiruição.
   A iniciativa do presidente foi elogiada por todos os vereadores que participaram da vídeoconferência. Apenas o vereador Renato do Mercado não pôde participar pois está em repouso absoluto por recomendação do seu médico. Felipinho explicou que desde o dia 17 de marco as sessões estavam ocorrendo sem a presença de público externo. “Vamos continuar nosso trabalho, utilizando agora os recursos tecnológicos como forma de nos proteger até esta pandemia passar”, afirmou. Por iniciativa do vereador Mauricio Morais, os vereadores realizaram 1 minuto de silêncio pelas vítimas da covid-19 no mundo inteiro.
   Dos projetos votados, 3 foram em 1ª discussão: o que institui o Dia Municipal da Fibromialgia, de autoria da vereadora Renata da Telemensagem; o que dispõe sobre a proibição das concessionárias de serviços públicos imputarem multa ao consumidor sem ampla defesa, do vereador Carlão Chambarelli; e o que inclui no Calendário Oficial de Nova Iguaçu o Dia do Capoeirista. Em 2ª discussão, foi aprovado o projeto do vereador Dr Cacau que cria o Dia Municipal da Reserva Biológica do Tinguá.
   Durante o tempo destinado ao Tema Livre, a vereadora Renata agradeceu o carinho de todos os pares durante o período que esteve em tratamento da covid-19. O vereador Aguinaldo Camu falou sobre a importância do hospital de campanha que deverá ser inaugurado em meados de maio no Aeroclube de Nova Iguaçu. O vereador Fernandinho Moquetá, presidente da Comissão de Saúde, disse que a Casa tem acompanhado de perto o funcionamento da rede de saúde neste momento. Todos os vereadores parabenizaram o vereador Marcelo Lajes pelo nascimento dos seus filhos gêmeos, uma menina e um menino, no fim de semana.
   As próximas sessões online acontecerão nos dias 12, 19 e 26 de maio. Os servidores da Câmara continuarão a exercer suas atividades em regime de home office (escritório em casa), podendo ser convocados a qualquer momento em caso de interesse público.