segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

DESFILE DAS ESCOLAS DE SAMBA DE NOVA IGUAÇU


Segundo dia de desfile - Segunda feira 20/02
GRES Independente de Nova América, GRES Nova Brasília, GRES Império da Uva, GRES Cabuçu (CAMPEÂ), GRES Unidos do Bandeirantes.

SEGUNDA FEIRA
A azul e branco do Nova América  tendo como enredo  - Sol o Astro Rei a Energia da Vida - teve seu samba cantado pelo  bom Paulinho Ponte, muito bem acompanhado por Carlinhos do Cavaco e Batoré. A dupla de Porta Bandeira/ Mestre Sala Laís e Sidney, fez  o ‘dever de Casa’. Walter Guilherme e Walter Rodrigues foram os Carnavalescos. 
O Nova Brasília apareceu na Via Light com mais um tema africano - DOS NAVIOS NEGREIROS AOS COSTUMES BRASILEIROS -. Os puxadores foram Vitor e Maninho. Daiane e Quim formaram a dupla de Mestre Sala e Porta Bandeira.
O Império da Uva foi o terceiro a desfilar, com - DE 4 EM 4 EU CONTO E FAÇO HISTÓRIA -. O Carnavalesco foi Sandro Mutchatcho tendo em Nick seu principal intérprete,que tinha a seu lado gente de qualidade na sustentação do samba. A escola contou, ainda, com o casal de Mestre Sala e Porta Bandeira - Neguinho do Fubá e Branca - e, Mariângela e Maira como rainha e Princesa de bateria respectivamente.
Ai, foi a vez do– UNIDOS DE CABUÇU - dar seu show trazendo como enredo – NESSA CIDADE TODO MUNDO É DE OXUM. O Carnavalesco foi Etevaldo Brandão tendo  Celsinho e Salgueirinho como Mestres de Bateria e, mais a dupla de Mestre Sala e Porta Bandeira Willian Chocolate e Natália.
O GRES Unidos do Bandeirantes, que, inexplicavelmente, ficou entre os últimos colocados, poderia perfeitamente ter ficado entre os primeiros. Fez um carnaval, na mais trágica das hipóteses, para continuar no primeiro grupo. Teve escolas com muito menor desempenho que logrou escapar da degola, já a Bandeirantes, não se sabe por que, dançou! Não obstante, nos brindou com um belíssimo desempenho. Um enredo que tem muito há ver conosco, por que, fala do café desde os seus  primórdios - um e, é hábito nacional – Um samba contagiante que a ‘Avenida ‘ cantou, e, um carro alegórico originalíssimo: “–Aí, perdeu Bandeirantes...!”  


                               Nova América e sua Águia - Símbolo da Escola

                                 Ala das Baianas do Nova América

                               Maninho e Vitor Intérpretes do Nova Brasília

                                Daiane e Quim - casal de Porta bandeira e Mestre Sala da Nova Brasília

                              Neguinho do Fubá e Branca do Império da Uva

                                 Ao fundo os interpretes do Império da Uva - Nicke e o jovem Nurinho (tem futuro o 'moleque')

                                 Carro alegórico deslumbrante da Campeã Cabuçu

                               Outro magnífico carro alegórico da campeã -Cabuçu

                                Bandeirantes fez um belo carnaval, não se sabe porque desceu.

                               Joni e Estefani - Mestre Sala e Porta Bandeira do Bandeirantes

Nenhum comentário: