Páginas

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Câmara Municipal de Nova Iguaçu




Por: Wandemberg
Segurança Pública o assunto mais discutido no Legislativo Iguaçuano
  Além da 'crise' enfrentada pelos brasileiros, aqui em Nova Iguaçu, parece que as coisa vão de mal a pior quando o assunto é Segurança Pública. Essa verdade fica patenteada ao consideramos os assuntos ventilados nos discursos dos vereadores na Tribuna da Câmara Municipal, cuja estimativa aponta que cerca de 70% das oratórias têm como tema a Segurança Pública, trazendo a reboque a intensa onda de assaltos que estão acontecendo em Nova Iguaçu.
 Para se ter uma ideia, os vereadores que mais ocuparam à tribuna da Câmara iguaçuana durante as seções ordinárias do primeiro trimestre de 2017, além do vereador Carlão Chambarelli, que raramente se abstém da 'fala', são os vereadores: Carlinhos do BNH, Marcelo Lages, Fabinho Maringá, dois dos quais policiais e membros da 'Comissão de Segurança Pública da 'Casa', todos eméritos em dar enfase ao tema.
  O pior é que esses ilustres vereadores, cobertos de razão, quando 'sobem' à tribuna da Câmara para  discursarem, são tomados pela emoção, e seus discursos ecoam como um 'grito' de lamento para denunciarem o drama vivido pelos policiais do Estado, heróis tratados por políticos bandidos como o ex-governador Sergio Cabral e companhia, como somente bandidos deveriam ser tratados... Dentre às queixas e os assuntos mais discutidos, temos: O substancial número de policiais assassinados pela bandidagem; a incoerência de uma emissora de televisão que tem atitude paternalista quando quem morre é o bandido, e, indiferente quando a vítima se trata de um policial; a diferença entre os armamentos sofisticados usados pelos representantes do crime e as armas ultrapassadas portadas pela polícia; as viaturas 'caindo aos pedaços'; o salário indigno (entre os menores do Brasil) pago pelo Estado; o número absurdamente reduzido do efetivo da tropa se comparado ao número da população, e outros aberrações, mais...


Tecnologia de Ponta
Para ler o 1º jornal On Line da Baixada Fluminense, siga a faixa laranja à direita, até o topo, e, clique na capa miniatura. Aguarde uns segundos, e, após abri-la, para aumentar a dimensão, use o 'mause' numa bolinha sobre linha horizontal, fazendo com que corra para a direita . Depois é só correr o mause nos quadrantes das páginas. Para mudar de página clique nas setas ao lado as páginas.
  

Um comentário:

Alcy Maihoní disse...

Comentário do Maihoni: discursos bonitos é bom de se ouvir, melhor ainda, se criassem leis municipais para coibir junto com as policias, essa onda de violência que assola a cidade.